As Medalhas de Costa Rica!

Certamente poucos, das novas gerações, conheceram Claudia Poll. Filha de pais alemães, nasceu na Nicarágua, mas tornou-se cidadã Costa Riquense. Quem como eu, esteve no Mundial de Curta, em 1995, na praia de Copacabana, pode assistir suas vitórias nos 200 e 400 livre. Mas foi no ano seguinte, nas Olimpíadas de ATLANTA1996, que ela desbancaria uma das maiores nadadoras de Crawl de todos os tempos, a alemã Franziska van Almsick e se tornaria Campeã Olímpica nos 200 livre. Depois em SIDNEY2000, conquistaria mais dois bronzes olímpicos, nos 200 e 400 livre.

Já sua irmã mais velha, Sylvia Pool, em SEUL1988, conquistou a medalha de prata nos 200 livre, conquistando a primeira medalha olímpica da Costa Rica na história. Essa dupla de irmãs conquistaram para Costa Rica, 1 ouro, 1 prata e 2 bronzes olímpicos.

A República da Costa Rica (em espanhol: República de Costa Rica), é um país da América Central, com cerca 4,8 milhões de habitantes, limitado a norte pela Nicarágua e a sudeste pelo Panamá, tendo dois litorais, o Mar do Caribe e o Oceano Pacífico. 

Mas eu quero falar da Costa Rica brasileira! Calma, não invadimos ninguém! É a natação que está invadindo Costa Rica! Esta Costa Rica é uma promissora cidade de cerca de 25.000 habitantes, no interior do Mato Grosso do Sul, meio perto de Goiás, meio perto de Minas Gerais, quase perto de SP e mais perto do Mato Grosso. Costa Rica só não é perto do país homônimo e de algumas competições estaduais.

A história de natação em Costa Rica é muito recente! A cidade nunca teve natação! A natação local é na Studio Vip, academia que tem uma piscina de 12,5m (SIM, METADE ou 1/4 da SUA!). O esforço é crescente e a galerinha acorda às 5 da matina (3x por semana!) e vão treinar felizes da vida!

Por iniciativa do ex-nadador e professor Anderson Viana Gonçalves, que veio de Campo Grande, foi montada uma equipe competitiva, tomando uma proporção que ninguém esperava. Já são perto de 20 nadadores das categorias de base e nos primeiros estaduais já conquistaram algumas medalhas.

Equipe Studio Vip

Até setembro, todo o trabalho era feito na academia, mas após um esforço conjunto dos pais dos atletas com a Direção do Sintrab (Sindicato dos Trabalhadores) que assumiu a gestão do Costa Rica Recreativo Clube, clube local, onde os pais se associaram, foi reativada a piscina de 25m, inclusive com a compra de raias e que agora serve de local de treinamento para a nova equipe de natação.

Foram 800km de viagem para chegar na seletiva estadual para os Jogos Escolares, onde pequenos frutos começam a ser colhidos. A equipe conquistou 17 medalhas e a nadadora Thais Mariany Bortolazzi (ao centro) conquistou uma das oito vagas na Seleção Estadual para a etapa final (nacional ) dos Jogos Escolares da Juventude, que serão disputados na próxima semana em Blumenau-SC.

Provavelmente muita coisa terá de ser feita, planejada ou investida, mas é inegável que a participação dos “PAIsTROCINADORES” é a grande mola propulsora da nossa natação no interior. Quanto mais distante ou menor o local, maior investimento e ajuda precisamos prestar, para o desenvolvimento da natação.

É inegável que os pais são fundamentais para o desenvolvimento e crescimento da natação, principalmente nos locais menores. Ao contrário do que você pode estar pensando, O FUTURO DA NATAÇÃO ESTÁ NO INTERIOR e não nos grandes centros, mas este é um outro capítulo!

Algumas vezes pouco valorizados, os pais são a extensão dos resultados, são a extensão dos treinadores, são a extensão dos clubes, são a extensão da natação! Precisamos de “mais costariquenses” e que agora venham patrocinadores!

Se você mal conhecia a história da Costa Rica de lá, imagine a da de cá. A primeira medalha a gente nunca esquece! A Costa Rica de lá já têm 4 medalhas olímpicas na natação feminina, nós ainda não conquistamos nenhuma. A Costa Rica de cá, já têm 17 medalhas! Sabe-se lá quantas outras Costas Ricas possam surgir ou possuir por aí! Pois então que venham MEDALHAS COMO AS DE COSTA RICA!

E se tudo der certo em 2020, COSTA RICA JÁ VAI COMEÇAR GOLD!

Foto de capa Pódio 200 Livre ATLANTA1996 Ouro Silvia Poll, Prata Franziska van Almsick e Bronze Dagmar Hasse, ambas da Alemanha. Fonte http://geolympic.blogspot.com/2013/02/

Saiba mais e fotos:

http://www.mstododia.com.br/noticias/esporte/atletasdecostaricaconquistam17medalhasnosjogosescolaresdajuventudedems

http://www.fundesporte.ms.gov.br/equipes-de-campo-grande-dao-show-nas-piscinas-e-levam-ouro-em-corumba/

CLÍNICAS E CURSOS DE NATAÇÃO, ANÁLISE, AVALIAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO INDIVIDUALIZADO, CAPACITAÇÃO e ASSESSORIAS

http://goldclinicadenatacao.com

Prof. MSc. Cezar A. Bolzan têm Licenciatura Plena em Educação Física, Pós-graduado em Ciências da Natação, Especialização-MBA em Gestão Aplicada ao Esporte e Mestrado em Biodinâmica do Desempenho Humano e mais de 100 Cursos de formação e aperfeiçoamento nacionais e internacionais. Prof. de Pós-graduação em Atividades Aquáticas desde 1996 em 11 cidades brasileiras. Foi Head Coach no Brasil, Caribe, Canadá e Estados Unidos, Técnico Olímpico em LONDRES2012 e Former Coach de Atletas Olímpicos BEIJING2008, LONDRES2012 e RIO2016. Foi Gerente Técnico da Natação Olímpica RIO2016 e Diretor Técnico da FDAP em 2018. Ministra Clínicas de Natação no Brasil e exterior desde 1991 e é o CEO da Clínica GOLD de Natação.

CREF 3348 G-SC, ASCA Level 5, ASA Level 3, NCCP Level 3

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.