ANSIEDADE, o que eu faço?

Principalmente nas competições, o rendimento do atleta é diretamente afetado por muitas variáveis, dentre elas, variáveis psicofisiológicas.

A ansiedade é talvez a mais comum delas, e pode ser facilmente observada em atletas jovens ou com muita cobrança. Um nível muito alto de ansiedade antes da sua prova, causa uma alta ativação fisiológica e determina uma grande alteração de comportamento.

Devemos detectar quando há um alto nível de ansiedade em atletas e suas causas e determinar estratégias para controlá-las. A ansiedade não ocorre somente em competições, mas também em treinamentos. Pensamentos negativos geram reações adversas ao atleta, como tensão, apatia e inclusive aumento da frequência cardíaca.

Atletas com altas cargas de treinamento, que não conseguem atingir objetivos determinados ou que se impõem metas não possíveis, são os mais atingidos. As inter -relações da equipe são grandes geradores de ansiedade, principalmente em atletas.

Ocorrem relações problemáticas entre atleta-atleta e também de jovens atletas com seus treinadores, levando-os a mudanças ou desistências. Assuntos familiares, condições materiais e de relacionamentos também atingem atletas. Isso mostra a complexidade com que devemos lidar.

ANSIEDADE

Fonte ECC

Entre as teorias da ansiedade está a do U invertido, onde basicamente o nível de ativação do atleta deve estar numa condição ideal, nem muito baixa e nem muito alta. Esta zona é conhecida como moderada ou de melhor desempenho. Se o nadador estiver num destes estados extremos (muito alta ou muito baixa) o ótimo rendimento estará comprometido.

Devemos identificar em qual zona cada atleta se encontra e contar com o auxilio de outros profissionais para individualizar estratégias de trabalho e controle.

ANSIEDADE 2

Fonte ECC

Algumas ações poderão ser positivas:

  • motivar o ambiente da equipe;
  • demonstração de auto confiança;
  • ser assertivo e principalmente positivo;
  • apresentar sempre situações realistas;
  • buscar soluções rápidas e eficientes entre outras.

Vale reforçar aqui, que o que leva você a superar seu rendimento é o treinamento!

Sem treino, não vai!

BE GOLD!

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.