O que você sabe sobre os 15 metros?

Os 15 metros, sem dúvidas, para mim hoje é a parte mais importante de uma prova, quer dizer, o nado submerso. Não tem problema, podem me chamar de louco!

Fato é que muitas provas vem sendo decididas no submerso. Já devo ter falado, que quando voltei para o Brasil, ao iniciar as Clínicas GOLD, anunciava aulas do 5o. estilo.  Surpreendeu muita gente, que perguntavam a mim ou aos seus treinadores, o que era, ou qual era o 5o estilo. Muita gente riu, tirou onda, fez cara feia e até criticaram bastante… Lá se foram 9 anos! Hoje, ainda me perguntam  “o que é o 5o estilo?”.

De lá para cá, o 5o estilo “apareceu” em muitas clínicas americanas, por exemplo.

Vivo dizendo em minhas aulas de Pós Graduação aos nossos alunos: … “preparem-se! vai aparecer um “louco” ( traduzindo – o certo!) que irá percorrer nos 1500 livre (em curta), os 900 que tem direito, embaixo d’água! Alguém em algum lugar está preparando, se preparando e treinando!”

Sigo minha colocação: “E nós, estamos fazendo o que?”  Por isso temos aulas especializadas em nossas Clínicas, é muita Biomecânica envolvida. Mas quero falar aqui dos 15 metros …

A regra oficial diz que após a saída e as viradas, a cabeça do nadador deve quebrar a superfície da água até uma distancia não superior aos 15 metros, nos estilos Livre, Borbo e Costas.

Esta regra atualmente não se aplica ao nado Peito, embora o Comitê Técnico da FINA tenha aplicado pela 1a. vez a regra dos 15m no Peito em 1956, em resposta ao desempenho de Masaru Furukawa nas Olimpíadas de Melbourne. No meeting Japão-EEUU em 1955,  ele já havia nadado quase toda a prova de peito, submerso.

Confira a prova, que provocou risadas:

 

 

Em 1988, a regra dos 15m, voltou a ser aplicada no Costas, depois de Daichi Suzuki e David Berkoff, nadarem grande parte dos primeiros 50 embaixo d’água, causando agitação e polêmica nas Olimpíadas de Seul.

 

 

Em 1998, foi a vez da regra ser modificada para o Borboleta, impulsionada pelas performances de Misty Hyman, no Mundial de Perth, embora tenha sido detonada pelas australianas.

 

 

 

Não sei em que ano (vou ver), a regra dos 15 m, também foi adicionada ao Nado Livre.

Não é à toa, que os japoneses e americanos, se anteciparam em usufruir de vantagens técnicas. Não será a toa, que veremos os 2 países duelarem centímetro a centímetro, pela maioria das medalhas, nas próximas Olimpíadas em Tókio! Entende?

Moral da História: esse tal de 15 metros já tem 63 anos ! E você, está fazendo o que, pelos 15 metros?

Gostou? Dá um Like, siga o Blog e compartilhe!

Precisa saber mais e melhorar muito? Venha para nossa próxima Clínica: GOLD BRASILIA – 18 a 21 de julho.

Inscreva-se    goldaltaperformance.com

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.